PROCEDIMENTOS DE SEGURANÇA A QUANDO DA UTILIZAÇÃO DE FERRAMENTAS ELÉTRICAS

No âmbito das atividades de Field Service, por vezes existe a necessidade de utilização de várias ferramentas elétricas, tais como: berbequins, tornas, rebarbadoras, parafusadoras, serra tico-tico, entre outras, para apoio aos trabalhos que estão a ser realizados.

A utilização destas ferramentas pode representar vários riscos para a segurança e saúde dos trabalhadores, as quais em certos casos poderão originar acidentes de trabalho. 

Assim para além da verificação periódica destas ferramentas, é importante que os seus utilizadores estejam atentos para os perigos e riscos a quando da sua utilização, transporte e manutenção.

Principais Perigos e riscos 

  • Projeção de partículas (Lesões oculares);
  • Contato direto com a broca do berbequim (Cortes, perfurações);
  • Contato com superfícies a temperaturas extremas (Queimaduras);
  • Riscos elétricos (Eletrocussão, queimaduras);
  • Ruído laboral (Lesões auditivas);
  • Riscos ergonómicos (Lesões Músculo-esqueléticas).

Principais causas:

  • Utilização inadequada das ferramentas;
  • Utilização de ferramentas defeituosas;
  • Não utilização de equipamentos de proteção individual;
  • Posturas forçadas;
  • Utilização com presença de substâncias combustíveis;
  • Desrespeito das regras de segurança.

Medidas de Prevenção:

  • Utilizar ferramentas em bom estado e adequadas ao trabalho a realizar;
  • Segurar firmemente os ferramentas durante a sua utilização;
  • Não pousar as ferramentas sem que estas se encontrem totalmente imobilizadas;  
  • Antes de ligar uma ferramenta, deve colocar o seu interruptor na posição  “Desligado”;
  • Verificar se a tensão corresponde à da rede;
  • Verificar o estado dos cabos, das extensões e tomadas a utilizar; 
  • Nunca utilizar ferramentas elétricas expostas à chuva ou locais molhados e/ou húmidos;
  • Em zonas com pavimentos húmidos evitar cabos elétricos dispostos no chão, devendo estes serem pendorados;
  • Antes de se iniciarem os trabalhos de limpeza e manutenção, verificar se as ferramentas estão paradas e que não é possível, por inadvertência, pô-las em funcionamento;
  • Ler e conservar as instruções antes de trabalhar com a ferramenta; 
  • Depois de ter sofrido alguma pancada ou queda, a ferramenta só poderá ser utilizada depois de verificada/inspecionada por um técnico;
  • Não desligar nem transportar as ferramentas elétricas pelo cabo;
  • Desligar a ferramenta quando não está em utilização;
  • Substituir os elementos de corte e perfuração sempre que estes atinjam os limites de desgaste ou a sua eficiência diminuir significativamente;
  • Ao realizar algum tipo de substituição de componente da ferramenta retire a ficha da tomada de energia;
  • Proibido retirar ou modificar qualquer peça ou órgão de proteção original das máquinas de corte;
  • Nunca deve lubrificar uma ferramenta com esta em movimento;
  • Nunca utilizar as mãos para travar a ferramenta com peças em movimento;
  • Não realizar os trabalhos nas proximidades de materiais combustíveis;
  • Verificar o estado do cabo de alimentação (não deve haver fios de cobre descascados, nem emendas com fita isolante) e da ficha de ligação (não ligar os cabos diretamente);
  • Escolher o acessório adequado à ferramenta (disco, broca, etc.) e ao trabalho a realizar. Este acessório deverá estar em bom estado (disco não desgastado, broca afiada, etc.);
  • Desligar a ferramenta da rede para efetuar a troca do acessório;
  • Utilizar a chave apropriada para trocar o acessório;
  • Segurar as ferramentas com as duas mãos. 
  • Não adotar posturas forçadas nem exercer pressão excessiva sobre a ferramenta;
  • Utilizar calçado de segurança para evitar o risco de pancadas nos pés por queda das ferramentas durante o manuseamento das mesmas;
  • Utilizar óculos de proteção ou viseira facial especialmente, quando houver risco de projeção de partículas;
  • Utilizar protetores auditivos, quando o trabalho com as ferramentas ocupe uma parte importante do horário de trabalho e sempre que o nível de ruído ultrapasse os 80 dB (A) legalmente exigidos.

Quanto aos EPIs necessários, são essencialmente:

  • Botas de proteção mecânica;
  • Luvas de proteção sempre que considerar necessário;
  • Óculos e/ou viseira de proteção.